Quarta IPI Sorocaba
  • Boca Santa
  • Quarta IPI Sorocaba
  • O Contador de Estórias
  • Um Dedo de Prosa
  • Mais de Cristo
  • Como diria seu Eraldo...
    Eduardo Valente, 2001
    Lendo as atas de nossa igreja, vem logo aos olhos um personagem que freqüenta as reuniões de conselho desde a primeiríssima e ainda hoje, trinta e três anos depois, ainda está lá, firme e forte! Pode até ter gente que não conheça o pastor (ou pastora...) da igreja, mas ele, todos conhecem.

    Autor da frase mais citada fora das Escrituras, mais do que muitos versículos recitados na escola dominical, seu Eraldo é quase um personagem folclórico de nossa igreja, com seu jeito pernambucano de ser e, a despeito de seus oitenta e tantos anos, não se incomoda de chorar em frente a todos. "Homem não chora" de modo algum poderia ser seu lema...

    Mas a frase que o fez famoso, que todo mundo que já teve a oportunidade de dizer, normalmente depois de alguma atividade gostosa que a igreja fez, começou com "Como diria seu Eraldo: quem não foi, perdeu!"

    Simples assim! Quem não foi, perdeu! E perdeu mesmo! Sem chance de voltar atrás....

    "Ah! Se eu tivesse uma máquina do tempo", resmungam os que não foram... "Foi bom mesmo ?", "Quando vai ter outro ?", "Na próxima eu vou..." Mas é sempre assim, quem foi, gostou e quem não foi, reticências...

    Diante de uma frase tão óbvia a gente se permite vislumbrar o futuro, no dia da volta de Jesus Cristo. Já imaginou? A gente sendo chamado, um por um, pelo nome, numa filona para cadastramento no céu, enquanto Jesus vai lendo os nomes dos salvos, um a um.

    Na hora do Eraldo, Jesus vai levantar os olhos, dar um sorriso e aproveitando a situação, resolve dar um puxão de orelha em todos que não O aceitaram e agora amargavam uma eternidade sem Ele.

    "Eu convidei a todos vocês para beber de uma água, garantindo que nunca mais teriam sede. Mas não quiseram me ouvir, né? Pois bem, como diria seu Eraldo..."

    E já vai chamando o próximo da fila...

    Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.