Contos
  • Prosa
  • Verso
  • Contos
  • Textos
  • Cositas Más
  • Sugestões de Leitura
  • A Lenda dos Sonhadores
    Eduardo Valente
    Dizem que quando os meninos completam seu primeiro ano de vida (as meninas eu não sei, mas há fortes indícios a favor...) , um anjo desce dos céus e lhe dá um presente precioso: o dom de sonhar.

    Diferentemente de outros dons, este permite que quem tenha este dom possa viver outras vidas, ser quem quiser ser e estar em qualquer lugar que estiver com vontade.

    Então, o menino pode ser pirata, bombeiro, cientista e marinheiro. Pode ser super-herói, astronauta, ator e médico. Tudo ao mesmo tempo, se assim o desejar. Não precisa de estudo, nem de treinamento. Junto com outros garotos, é um grupo que "limite" é uma palavra que não existe.

    Já pensou voar ( como os pássaros! ) do Brasil até à Tailândia, para antes do natal de 2004 e, com poderes do Superman, segurar o tsunami com um super-sopro enquanto as pessoas fogem para locais mais seguros? Já pensou, em um pulo, ir daqui prá Lua e depois prá Marte, brincar com os robozinhos da Nasa? Pois é, estes garotos podem isto e muito mais...

    O problema é que Deus, sabendo que tamanho poder na mão de homens feitos, poderia estragar a pessoa se ela fosse má, quando o garoto fica adolescente, o mesmo anjo volta e retira o dom.

    Não é tão simples assim... O dom de sonhar não pode ser retirado simplesmente. É preciso que o menino abra mão dele, desistindo assim de sonhar. Ele ainda terá os sonhos noturnos, ele ainda sonhará coisas melhores para sua vida, mas do mesmo jeito que quando garoto, nunca mais.

    Assim, na primeira desilusão amorosa, na primeira repetência, na primeira briga de rua, num primeiro assalto, o moleque, triste por estar naquela situação, desiste de sonhar e entrega para o anjo seu dom. Agora ele já é um pouquinho mais adulto e um poucão menos criança.

    Mas isto não ocorre com todos os garotos! Alguns poucos, que sabem da lenda, contada a boca míuda nas suas reuniões secretas, em ilhas desertas e desconhecidas no meio do Oceano Pacífico, resistem!

    Quando as coisas dão errado, eles se apegam a um sonho! Eles se imaginam em um barco de papel atravessando o Drake, se imaginam conquistando o Kilimanjaro, se imaginam como encantadores de serpente. E seguram com todas as suas forças seu dom precioso. E sonham.

    Para os anjos responsáveis pelos dons, isto é um problemão! Porque está escrito (onde, eu não conto) que os anjos têm do ano treze ao ano dezenove da vida do garoto para tirar-lhes o dom. Depois disto, somente com pedido expresso do agora adulto-menino...

    Este garotos, que agora têm mais de dezenove anos e ainda têm o dom de sonhar, são conhecidos entre os anjos como Os Sonhadores. São potencialmente perigosos e trazem dentro de si o poder de mudar o mundo. Não há nada que não esteja ao alcance deles porque, sabendo como sonhar e como encarar a realidade para realizar os seus sonhos, mudam seu mundo e o mundo de todos que o conhecem.

    Um bom Sonhador não revela a ninguém que é um deles. Só o anjo que sabe e fica à espreita... Este anjo perde a cor azul, característica dos Anjos de Sonhar e fica roxo, da ponta da asa à barra da toga. Só seus olhos continuam azuis, de um azul brilhante que não dá prá explicar direito, que é para identificar os Sonhadores sob qualquer circunstância.

    Corre a lenda ainda que os Sonhadores, uma vez por ano, retornam àquela ilha invisível no Pacífico, para elaborar seus planos e para renovar seus sonhos. Nesta noite, os anjos correm por todo o mundo e não os acham, porque os Sonhadores sabem até o sonho de escapar de seus anjos.

    Talvez você conheça um Sonhador. Saiba que se ele não é, ainda virá a ser um grande homem, e mudará o mundo ao seu redor somente com seu jeito de ser. Mas não espere que ele afirme ser um Sonhador. Quem é realmente, não abre a boca sobre o assunto, tripudia da lenda, dá muita risada e ainda tenta mudar o assunto da conversa. Assim são os Sonhadores.

    Com o tempo, eles passam a ver, em pena e osso, seus anjos. A partir daí, é um caso perdido... Ele vair ser Sonhador a vida inteira.

    Agora que você já sabe, não esqueça mais desta lenda. E conte para seus filhos, seus netos, enfim, para todos aqueles que ainda não perderam o dom. Faça desta lenda uma conspiração para um mundo melhor!

    Quem sabe um dia, quando você estiver no último dos seus dias, um sonhador não se revele para você e te agradeça por ter lhe contado a lenda, e você tenha que se explicar direitinho prá Deus sobre a traquinagem que você aprontou?

    Boa sorte e bons ventos!

    Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.